Rezar com as Bodas de Caná

Rezar com as Bodas de Caná

2019-01-20 0 Por admin

Há um grande SIM a retinir no universo inteiro,
Na tua criação maravilhosa, verso e reverso,
Obra a obra, tudo bem feito por meio do teu Filho amado,
O Verbo, a Palavra sempre a dizer-se
E para sempre dita, anunciada, bendita.
SIM, o teu Filho Jesus não foi Sim e Não,
Mas unicamente SIM.
E com esse SIM fez-se e mobilou-se o universo inteiro.
SIM, é sintomático
Que nas 452 palavras hebraicas de Génesis Um,
O jardim da tua criação,
Não se encontre um único NÃO.

É tudo SIM, portanto,
E é nesse jardim que ecoa também o SIM de Maria,
E que cada lacuna, cada NÃO,
Se vá transformando sintomaticamente em SIM.

NÃO têm vinho, diz em Caná Maria para Jesus,
Mas logo terão vinho em excesso.
NÃO tenho marido, confessa a Jesus a mulher da Samaria,
Mas vai ter e está ali mesmo ao lado.
NÃO tenho ninguém que me lance à água,
Replica o paralítico à beira da piscina,
Mas já está ali Jesus mesmo ao lado.
NÃO tendes nada para comer, pois NÃO,
Pergunta e afirma Jesus perante os seus Apóstolos,
Que de madrugada regressam do mar sem nada terem pescado.
E eles respondem: NÃO!
Mas já está ali um banquete novo preparado sobre a praia.

Vem, Senhor Jesus,
Vem nascer em Belém
E aqui também;
Que precisamos tanto de Tu e do teu SIM.

D. António Couto, Bispo de Lamego